04 dezembro, 2007

Estudos sobre ética (resumo)


Ética - Parte da Filosofia que se ocupa com o valor do comportamento humano. Investiga o sentido que o homem imprime à sua conduta para ser verdadeiramente feliz.

Deontologia - Do grego δέον, dever + λόγος, tratado. O termo deontologia refere-se ao ramo da ética cujo objeto de estudo são os fundamentos do dever e as normas morais.

Para deontologia nem só as consequências das nossas ações as tornam certas ou erradas. Muitas ações são intrinsecamente erradas, ou seja, erradas independentemente das suas conseqüências. Podemos dizer, aliás, que todos temos de respeitar certos deveres que proíbem a realização dessas ações.

Imperativo categórico kantiano - É um dever fundamentado pela conhecida máxima “aja de modo que queiras que a tua lei se torne universal”.
Para Kant, o ato moral seria então a ação conforme este dever expresso na máxima. Ou melhor, seria agir de acordo com o dever, por dever, sem qualquer outro tipo de inclinação senão o próprio ato. A ação boa em si mesma, independente dos fins, é o que distingue fundamentalmente o utilitarismo da ética kantiana.

Utilitarismo - (ética utilitarista) pode ser caracterizada por aquilo que se denomina como princípio da utilidade, ou melhor, uma ação é útil e, portanto, justa, ética e correta, quando traz mais felicidade do que sofrimento aos atingidos. Deste modo, o prejuízo de alguns poderia ser justificado pelo benefício de outros, desde que estes estivessem em maior número (cálculo de maximização do bem).

O relativismo moral - A moral é uma criação de cada sociedade, e é inevitável refletir os padrões de cultura da sociedade que lhe deu origem. Ou seja, define uma moral própria e característica.

Se os valores morais fossem objetivos, não dependeriam de nenhum ponto de vista particular.

Portanto, os valores morais não são objetivos.

Ética empresarial - Diz respeito a como deve o lucro ser concebido no contexto mais amplo da produtividade e da responsabilidade social, e como podem as grandes empresas, enquanto comunidades complexas, servir tanto os seus empregados como a sociedade na qual se encontram.
Sua primeira tarefa é abrir caminho por entre alguns mitos e metáforas altamente incriminatórios que, mais do que esclarecer, obscurecem o espírito subjacente que torna a atividade empresarial possível.

____________

Resumo e foto por Jarbas Felicio Cardoso.



Nenhum comentário: